“O sonho encheu a noite. Extravasou pro meu dia. Encheu minha vida e é dele que eu vou viver. Porque sonho não morre” (Adélia Prado)

8 de jan de 2013

Era uma vez o fim do mundo...



Estou atrasada pra falar do fim do mundo, afinal o grande acontecimento ocorreu em 21 de dezembro passado. Depois disso, chegou o Natal, o Ano Novo com muitos fogos, tin-tins de cristal e sorrisos festivos... Enfim, o assunto já morreu e eu aqui tentando ressuscitá-lo... tsc, tsc, tsc...

Li muito sobre isso na época (até a exaustão!), nos e-mails, redes sociais, na mídia e etc. Agora resolvi falar sobre ele. Sou assim mesmo. Quando se trata de assunto do momento, fico igual a uma coruja que mora aqui no meu pedaço: em cima do muro só observando...

Acompanhei pela mídia o pânico de algumas pessoas por causa do fim do mundo, e juro, senti pena. Gente estocando alimentos e água, comprando máscaras de oxigênio e tantos outros apetrechos de sobrevivência.  Pude constatar que todos queriam permanecer vivos, ainda que num planeta deserto e destruído. Vi espertinhos tirando proveito dos incautos. Li as mais diversas metáforas do tipo: ‘o mundo acaba para quem morre’... ‘O mundo acaba quando sofremos perdas, injustiças’ e etc...

Afirmações dessa natureza me fazem pensar no quanto as pessoas estão desiludidas e sem esperança de um mundo melhor. E não é pra menos. Desde que o mundo é mundo já se tentou todo tipo de governo e nenhum conseguiu trazer paz e segurança à humanidade. Nem justiça e igualdade. Nem respondeu a muitas de nossas perguntas sobre os mistérios da vida. Mesmo que um super-humano conseguisse todas essas façanhas, ainda teríamos a velhice, a doença e a morte a nos atormentar.

É. Parece mesmo não haver solução para esse velho mundo. E não adianta as frases de efeito rolando nas redes sociais e mensagem de otimismo correndo pelos e-mails... Tudo não passa de tinta colorida pra pintar o bicho. Mas que ele continua feio, ah, isso, continua!

Mas há algo de bom nisso. Enquanto nos lambuzamos com tanto otimismo, vamos empurrando a vida com a barriga sem muito pensar e sem nos importarmos com o nosso futuro. As perguntas continuarão sem resposta, a tragédia só vai acontecer na casa do vizinho, e não há Ninguém que se importe com o triste destino da humanidade...

Bom seria se tivéssemos um consolo e a certeza de que, se está ruim hoje, no futuro pode melhorar, e muito! em todos os aspectos e de forma de-fi-ni-ti-va!!... Isso se chama fé. Não uma fé vazia, baseada no achismo de filosofias baratas: uma fé procedente da promessa de quem ‘sabe de todas as coisas’.

Tenho uma amiga que afirma acreditar em Deus, mas não no Deus da bíblia. Trata-se de ‘outro deus’ que ela idealizou.  Isso mesmo, ela tem um deus particular. Que sorte a dela. Ela também não acredita que o fim virá para a perversidade. Talvez o deus dela ache que está bom assim e não pretende se intrometer nos assuntos da humanidade.

Eu, que acredito no Deus da bíblia, fui averiguar o que Ele tinha a dizer sobre isso. Descobri coisas muito interessantes. Por exemplo: descobri que o Deus da bíblia não partilha da mesma opinião do deus da minha amiga. Ele não anda nada, nada contente com os atos da humanidade.  Ele afirma que uma atitude tem que ser tomada, e vai tomar. Mas, como é misericordioso e age com suprema justiça, convida todos a buscar a mansidão e a virtude enquanto há tempo.  Até promete que ‘fará nova todas as coisas’. Sim! Ele promete um novo começo!

Muitos julgam utopia essa promessa, mas ninguém pode negar que é a nossa única saída.

Quando esgotar-se o tempo dado à arrogante humanidade para reconhecer que não é capaz de governar a si própria, e que necessita da orientação vinda de uma mente superior, corre!!! Esse poderá ser o fim do mundo de verdade!  Pois Ele declara que é só isso que está faltando para estabelecer o Seu Governo de uma vez por todas e para todo sempre!

Nunca se sabe, né, esse pode ser o Deus verdadeiro...

13 comentários:

  1. ....eu sou um homem de Fé....mas pelo sim pelo não.....vou reforçar esta minha convicção.
    No entanto...a vida continua..
    Um Bom Ano
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre bom te ver por aqui amigo Andrade! Obrigada pelo seu comentário!

      A fé nos consola, nos orienta e nos protege.

      Um 2013 espetacular pra vc e família!

      Bjão.

      Excluir
  2. Sueli, minha amiga:

    Ouvi, de alguns entendidos no assunto, que isso irá acontecer, sim, que serão tempestades solares; o sol irá se expandir e os raios atingirão as órbitas dos planetas mais próximos de forma intensa - destruindo-os, mas daqui a 5 bilhões de anos!

    Pô, desculpe, mas previsão para daqui a 5 bilhões de anos? Tô preocupada. Ah... tô!

    Em 1910, com a passagem do cometa Halley, muitos acreditavam que nosso planeta seria atingido por um gás mortal, o cianeto; em 1997, houve um boato sobre a passagem do cometa Hale-Bopp e, com ele uma nave alienígena. Trinta e nove integrantes de uma seita cometeram o suicídio, para não presenciarem o apocalipse. Olha a loucura!

    Na virada de 1999 para 2000, imaginava-se que os computadores poderiam causar o fim da vida moderna, pois não conseguiriam diferenciar as datas entre 2000 e 1900. Nada de grave aconteceu.

    Para Richard Noone, autor do livro '5/5/2000 Ice: The Ultimate Disaster', diz que o mundo acabaria e 5 de maio de 2000, quando os planetas ficassem alinhados no céu e resultariam num degelo global.

    Acho tudo isso uma enorme perda de tempo! Nunca, jamais irei me preocupar com profecias. Se acontecer, o que poderemos fazer? Estocar água, vela, fósforos, querosene, açúcar como andaram fazendo? Veja que loucura são essas tais profecias! E o que pretendem tais profetas com elas? Só nos atormentar, como você viu em todos os cantos: pessoas preocupadas e algumas se matando.

    Confesso que não sei de nada e nem quando isso tudo irá pro brejo. Porém, a história da profecia Bíblica deixo pra você que é Expert no assunto. Dela, nada entendo, você sabe disso.

    Mas o mundo acabando ou não sua crônica leva nota 10! Estava com saudades de seus textos e de ver suas opiniões!

    Beijo profético! rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, amiga eu diferencio profecias de especulações mundanas, vc sabe disso... do mais, já disse no meu texto: tudo não passa de ‘achismo’ científico, que até o presente momento não se cumpriu nadica de nada! Já as profecias bíblicas, se cumpriram no passado e estão se cumprindo no presente com uma exatidão surpreendente!!

      O dicionário da língua portuguesa define profecia da seguinte forma: “Predição por inspiração divina”. São nessas que acredito, nas inspiradas por Deus. O que o homem comum diz nem pode ser considerada profecia. E nem podem ser chamados de profetas.

      Quanto ao fim, será apenas da maldade, numa ação seletiva e justa sem data conhecida pela humanidade. Nada de degelo, fim do planeta, das galáxias, nada disso. Não importa se vai acontecer amanhã, ou daqui há 5 bilhões de anos, a limpeza será feita, e todos da humanidade, mortos ou vivos, estão envolvidos nessa questão vital.

      Não há registros de que cristãos tenham cometido suicídio por causa de um suposto fim do mundo. Não é isso que eles esperam para o futuro, e sim, um mundo melhor.

      Concordo totalmente com vc, pra que perder tempo com essas bobagens que volta e meia surgem? Se for uma atitude da parte de Deus, o que poderemos fazer?... Estocar querosene, fósforos, alimento, água?... Devíamos todos estar mais preocupados em descobrir o que Deus espera que façamos para merecermos a sobrevivência. Preservar a vida que tanto amamos.

      Enfim, quem conhece as verdadeiras profecias e ‘guarda-as’, não se apavora e nem comete loucuras.

      Foi bom voltar a escrever e receber seu comentário... sempre tão sincero dentro daquilo que vc acredita (ou não acredita rsrs). Eu acredito, sim, nas profecias bíblicas. Elas me protegem, me dão lucidez, amparo... e não me deixam pagar mico...rsrs

      Grande beijo pra vc e obrigada por sempre me incentivar a escrever! Vc eleva minha autoestima rsrs... + bjos!

      Excluir
  3. Oi Sueli que bom você de volta. Bem, pouco soube desse "Final de Mundo"embora anunciado aos quatro ventos, com direito a estocar comida e outros apetrechos. Se continuar assim logo teremos o Kit Final de Mundo - Se apostarmos nos oportunistas. Eu acredito que o mundo termina e breve para quem perde a fé. Acredito que Deus tem algo muito superior para a humanidade em termos de vida e não de final de vida. Por isto, não me preocupo, e procuro viver de bem com a vida e com os meus semelhantes.Um grande abraço e um lindo domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lourdinha!

      Adoreeeei seu comentário, principalmente a frase "Deus tem algo muito superior para a humanidade em termos de vida e não de final de vida"... É nisso que tbm acredito. Foi pra dizer isso que abri uma exceção e escrevi no blog... (Ainda estou dando um tempo por estar envolvida com outros assuntos).

      Mas essa ideia do ‘Kit Final de Mundo”, hem... Achei genial!! rsrs.

      Obrigada, amiga,pelo seu comentário! Vc demonstrou uma lucidez muito grande referente ao assunto.

      Grande bjo, tenha uma linda semana!

      Excluir
  4. Oi amiga, tudo bem? Vim conhecer teu blog e achei muito interessante, já estou te seguindo. Gostaria de convidá-la a visitar meu blog, onde posto minhas poesias, se gostar, ficarei muito honrado em tê-la como seguidora. Abraços do amigo Bicho do Mato.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Xará, estou voltando devagar para a blogosfera. Terminei um servicinho que estava fazendo nas horas vagas, então agora terei mais tempo. Interessante o assunto, mas sabe que não me preocupou por nenhum instante. Na minha opinião, acho que o que houve e está havendo é uma transição. O mundo já não é mais o mesmo. Aquele mundo que conheci quando criança morreu sim (ou está morrendo, agonizando). Só que essa morte não se deu de um dia para o outro; aquele mundo começou a morrer faz tempo e dizem que para Deus (tanto faz qual Deus), não há tempo e nem espaço. Para nossa cabecinha é difícil entender isso, mas acho que assim é que é. Estou sentindo uma grande separação: os bons cada vez "mais bons" e os maus cada vez "mais maus". Nuca vi tantas tragédias como nos tempos atuais e também nunca vi tantas pessoas procurando se espiritualizar. Se isso é bom ou mau, eu não sei. Só sei que estou escolhendo viver um dia de cada vez, como se não houvesse amanhã... Beijo grande!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Xaráaaaa, felizzz em ver vc por aqui!! Eu tbm ando afastada da blogosfera, postando raramente... Ainda bem que ‘lá’ a gente se fala à beça, né...rsrs

      Bem, sobre seu comentário, eu adorei!! E concordo totalmente!! Vc disse algo extremamente verdadeiro: estamos vivenciando um tempo em que “os bons se tornam cada vez mais bons e os maus cada vez mais maus". É isso mesmo, o refinamento. Isso só não vê quem não quer. Tudo se afunila e aponta para ‘um novo começo’. Ótimo para uns e péssimo para outros... A própria transição que vc cita no seu comentário.

      Não sigo nenhuma religião, mas acredito na bíblia e reconheço a Deus como o autor. Já a li inteira por várias vezes, estudando-a minuciosamente por 30 anos, e o que constatei foi profecias que se cumpriram no passado, e se cumprindo nos nossos dias – com uma precisão impressionante!!!

      Poderia citar várias, mas a que melhor cabe nesse contexto (e tbm na sua colocação) é 2ª Tim. 3: 1-8, onde Paulo descreve os ‘últimos dias’ como sendo de tempos críticos, difíceis de manejar. Haveria homens egoístas, arrogantes, amantes de si mesmos, amantes do dinheiro, pretensiosos, soberbos, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, desleais, sem afeição natural, não dispostos a acordos, caluniadores, sem autodomínio, ferozes, sem amor à bondade, traidores, teimosos, enfunados de orgulho, mais amantes de prazeres do que amantes de Deus,tendo uma forma de devoção, mostrando-se, porém, falsos.

      Note que no final da profecia ele declara que os homens teriam uma ‘forma de devoção’, ou seja, uma religião, mas que seriam falsos... E não é exatamente isso que vemos hoje? Como nunca vimos antes?... Pesquisas indicam que nunca na história se buscou tanto por religião, e nunca se viu tanta maldade no mundo. Isso em escala mundial, e não em lugares isolados como foi no passado.

      Um grande beijo pra vc, e gratíssima pelo seu comentário!

      Excluir
  6. Acho que está faltando uma nova foto aí ao lado, não está não, "vóvis"?...rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Xaráaaaaaa, Amigaaaaaaa!!!

      Estava faltando, mas não está mais!! rsrs. Ainda não tinha colocado a foto do Rafael por que esse blog está com problemas de lentidão, e quanto mais fotos, mais lento fica... Mas não tiro as fotos nem morta!!! Ainda vou encontar um meio de colocar mais rsrs. Cê sabe, né, sou corujona assumida com muito orgulho!! rsrs.

      Bjos, miga, obrigada pelo incentivo!!

      Excluir
  7. Ah! eu sabia... Essa é a minha Xará!!! Se você for no final do Fenixando, vai ver toda minha família!. Adoro estar com ela em todos os lugares que eu gosto. Meu blog é minha casa, também. E quero minha família sempre comigo... né, não? Beijos, amada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nooooossaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

      "Adoro estar com ela em todos os lugares que eu gosto. Meu blog é minha casa, também" Isso foi demaisssssss!!!
      Vc traduziu lindamente os meus sentimentos!! É exatamente assim que eu penso!!

      Sei o quanto é apegada e orgulhosa da sua família, nisso somos muito parecidas. Adorooooo ler os seus ‘diálogos’ com o Andersom Nenê no face...rsrs

      Excluir

Sejam bem vindos! Sintam-se a vontade. Comentem, digam o que pensam. Podem rodar a baiana, só não cutuquem a onça com vara curta, ok?... rs